A OUTRA FACE DA ADMINISTRAÇÃO DE CAMBORIÚ

postado em: Notícias | 0

Em uma conversa informal entre o Procurador do Município, Hélio Derenne Júnior e a presidente do Sisemcam, Luciana Sobota, o procurador revelou que amanhã (26 – sexta-feira) dará a decisão sobre a não renovação e talvez uma suspensão de contratos com os ACTS.

Ao contrário de um compromisso assumido com o prefeito há duas semanas no Sindicato, a administração disse que não iria encerrar os contratos que acabam agora, sem renovação. Já os ACTs que não fazem trabalho remoto não teriam seus contratos suspensos.

Estariam nesse pacote vigias, serventes, merendeiras e monitores.

Para o Sisemcam essa medida é absurda.

Uma demissão mascarada. Onde desencadeia um efeito dominó na economia do município.

O servidor perde o emprego, deixa de pagar contas, para de injetar dinheiro no comércio e o município também sofrerá as consequências dessa medida.

O Sindicato não foi chamado para conversar e mediar sobre esse assunto tão sério.

“Para o nosso jurídico não há previsão legal uma recontratação depois, por isso queremos saber qual a orientação do Tribunal de contas para o executivo tomar uma atitude tão irresponsável quanto essa”, lamentou a presidente.

Luciana vê tempos sombrios pela frente. “Nesse momento difícil o que não deveria acontecer é uma suspensão de contrato. Os servidores podem até passar necessidade. Pois não há uma antecipação desse assunto”.

A presidente do sindicato lembra que isso só acontece em Camboriú porque o processo seletivo não tem seriedade. A contratação de ACTs acontece para 6 meses e não para dois anos, como nos demais municípios.

Agora, aguardamos a decisão do Prefeito e já, de antemão, nos posicionamos contra todo e qualquer dispensa imotivada dos servidores que estão trabalhando de forma correta e inerente.

Caso tenha que fazer cortes, que seja nos cargos comissionados e não nos ACTs. Pois quantos desses servidores dispensados são cargos comissionados?

Pois nós não acreditamos que os cargos comissionados são tão necessários quanto os ACTs.

#SindicatoAtuante #SisemcamEmDefesaDoServidor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

oito + 10 =